O espetáculo

Centro da Vila, é o 3º espetáculo do ciclo mM. Uma criação inédita de dança e a música para o Largo José Maria dos Santos, em Pinhal Novo, que oferece também uma instalação fotográfica, figurinos, luz e cor. Uma criação entre a história real e o imaginário de um largo, que convida o público a perspectivar outro olhar sobre um espaço quotidiano.

Informações

Entrada livre

Local

Largo José Maria dos Santos, Pinhal Novo
GPS: 38°37'51.5"N 8°54'54.8"W

Ficha artística

39ª Produção – público geral
23 de Agosto, 21.30h | 2014

Ideia e Direcção

António Machado e Sofia Belchior

Coreografia

Sofia Belchior e intérpretes

Composição e interpretação musical

António Machado

Criação fotográfica

Carlos Teixeira

Figurinos

Zé Nova

Design

Utopia Designers

Design web

João Belchior

Interpretação e co-criação

DançArte – Companhia residente no Teatro S. João, Palmela
Ivanoel Tavares, Joana Borges, José Lobo, Ricardo Mondim e Rita Carvalho

Biografias

Criadores
Sofia Belchior

Criadora, coreógrafa, formadora, monitora e produtora, é membro fundador da Passos e Compassos.

Inicia os seus estudos de dança aos cinco anos de idade, na Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, com os professores Maria Bessa e António Rodrigues. Finaliza em Julho de 1992 o Curso Complementar de Dança da ADCS.

De 1992 a 1995 foi bailarina da CeDeCe.
Em 1994 participa no Festival Ionge Dans 3 na Academia de Roterdão - Holanda.
Em 1995 participa como coreógrafa/ bailarina na I Conferência Europeia da Dança, realizada em Londres.

Em 1998, frequenta o Curso de Gestores de Programação Artística, promovido pela Culturgest.

Como formadora credenciada de dança, orienta acções de formação para diferentes públicos. Cria e produz diversas peças de dança para diferentes públicos, para a DançArte, mas também em colaboração com outras entidades.

António Machado

Criador, músico, compositor e técnico de sonoplastia e luminotécnia, é membro fundador da Passos e Compassos. inicia os estudos em música aos dez anos de idade, na Academia de Música do Centro Cultural de Beja. É membro fundador de Anonimato com o qual edita dois C.D. Em Julho de 1993 frequentou o Workshop de Frank Kollges, Festival Renânia-Norte Vestefália, Acarte/ Gulbenkian. Em 1995, cria uma peça musical inspirada na recolha de Michael Giacometti para o Museu do Trabalho em Setúbal. Em 2000 cria o suporte musical para uma exposição de um Museu em Elvas. Entre 2005 e 2008, assume a Direcção Técnica do Festival de Teatro de Setúbal, organizado pelo Teatro da Fonte Nova.

Com base num estúdio próprio cria diversas composições, grava trabalhos musicais e orienta formações. Em 2011, participa na Devcon da Eigenlabs, em Denver/ Inglaterra.

Intérpretes
Ivanoel Tavares

Em 2005 integra o Curso Profissional de Formação de bailarinos da Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, que finaliza em Julho de 2013.

Em 2010 ingressa na Pequena Companhia (Litlle Company) da Academia de Dança Contemporânea de Setúbal.

Trabalhou com Iolanda Rodrigues e Daniel Cardoso e interpretou, também peças de António Rodrigues e Marta Sobreira.

Em 2012, participou no EcoFashion da AMARSUL e no Concurso Dançarte do Algarve ganhando o 3º lugar com apresentação do Deep, coreografia de Iolanda Rodrigues.

Em 2013 participa novamente no 10º concurso Dançarte do Algarve com a apresentação da peça Estudo III e participa no Musical Luísa Todí encenação de Miguel Assis e coreografia de Iolanda Rodrigues.
Colabora pela 1ª vez com a DançArte.

Joana Borges

Em 2005, ingressa na Escola superior de Dança e frequenta o programa Erasmus na Fontys Dance Academie, Holanda, em 2008, ano em que termina a licenciatura.

Entre 2010 e 2012, cumpre o Mestrado em ciências da Comunicação – variante Comunicação e Artes.

Como bailarina e actriz, participa em vários projectos: Teatro Reticências, Associação Cultural Dancenema e Projecto de intervenção artística e social, “ENCONTR.Arte" Projecto Novas Descobertas e Teatro Experimental de Lagos, Centro Cultural de belém, Flowmotion dance company, Viena (Áustria), entre outros...

Na sua Formação destaca o contacto com: Georg Reischl, Salvo Romania e Roberto Zappalà, Guillermo Weicker e Willi Dorner.

Desde 2013 que lecciona no Jardim Artístico, jardim de infância do Conservatório de Lisboa, Carnide.

José Lobo

Em 2006 concluiu o curso de Artes e Ofícios do Espectáculo (Chapitô).

Em 2010 concluiu a licenciatura como Actor na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Já foi direccionado, entre outros, por Álvaro Correia, João Brites, Francisco Salgado, Jean-Paul Buchieri, Maria Duarte, Luca Aprea, Avila Costa, Nuno Pino Custódio, Ana Tamen, Sofia Belchior, Ana Zannatti, João Gil, John Mowat e José Maria Dias.

Em 2012 ganha um apoio para formação continuada de 7 meses pela GDA e ingressa numa escola de dança, em Málaga.

Colabora com a companhia DançArte desde 2010 até ao presente.

Trabalha como freelancer, interligando a acrobacia aérea com o teatro, o canto e a dança.

Ricardo Mondim

Na sua formação profissional consta, entre outros, o Curso de Nível Avançado de Trapézio Fixo, na Escola de Circo Rogélio Rivel, em Barcelona; Formação intensiva com a trapezista Aline Vicente; Formação de trapézio fixo orientado por Zoé Maitre.

Em 2003 foi membro fundador da NeoCirka – Circo de Intervenção Cultural Crl.

Foi coordenador do Projeto “Espaço Lança”, onde dirigiu e participou como intérprete em diversos espetáculos. Desde 2004 colabora com a Cooperativa PIA – Projetos de Intervenção Artística.

Em 2008 é convidado a colaborar como ator e diretor cenográfico no espetáculo “Xerazade não está só”, um projeto Artemrede em Co-Produção com Lua Cheia - Teatro para Todos e Marionetas de Mandrágora.

Em 2012 trabalhou com o maestro e compositor Jorge Salgueiro nos espetáculos “Da cor da água” e “A vida de um vinho”.

Desde 2009, colabora com a Passos e Compassos/ DançArte.

Rita Carvalho

Inicia a sua formação em dança em 1997 na Escola de Dança Clara Leão, em Leiria. Entre 2003 e 2005 integra a Companhia de Dança de Leiria com coreografias de Clara Leão, “Sabes o tamanho das tuas asas?” e de Ana Castro, “Largo do Apego, Cova do Homem”. Em 2005, ingressa na Escola superior de Dança e frequenta o programa Erasmus na Fontys Dance Academie, Holanda, em 2008, ano em que termina a licenciatura. Nesse ano integra a Companhia de Dança de Aveiro e já em 2009 junta-se ao elenco da companhia de dança Amálgama nas criações “Mater” e “O Acaso”.

Na sua Formação destaca o contacto com José Grave, Graça Barroso, Ludger Lamers, Amélia Bentes, Teresa Ranieri, Eddy Becquart e Mark van Loon , o trabalho de improvisação e contemporâneo com Dominik Borucki e os workshops "Body Awareness Training" com Georg Reischl pela Scapino Ballet Rotterdam e 5º u|v|a grapes Catania Contemporary Dance Festival com Ori Flomin, Loris Petrillo e Roberto Zappalà.

Desde 2009 que colabora com a DançArte.

Fotografia

Segundo momento